BRASIL, Mulher, que acredita que... nada é por acaso.

 

   

    Receitas da LuLu
  Fotoblog da LuLu na Italia
  Fotos da LuLu (no msn)
  Gazzag da LuLu
  Expertise
  Terra Brasilis
  O Escriba
  Melodia Infinita
  Vira-lata
  1/2 Bossa Nova e RocknRoll
  Audrey Nao Era Normal
  Pra gente ser feliz
  In ou Out
  Astronomy Picture Of The Day
  Desobjeto
  Pirata Zine
  Eu na Austria
  Vanhomrigh
  ETNA


 

 
     

       

     
    eXTReMe Tracker
       
     


    online
    casino games
     
     
    CaFôFo da LuLu



    PRIMA o POI

    Foto By LuLu na Italia ...................................

    Morango semeado, cultivado e colhido por mim, da minha horta daqui de casa.

     

    Cedo ou tarde o frio se esvai. A dormencia passa dando lugar ao formigamento e a vontade de mover-se.

    Cedo ou tarde aprende-se uma nova lingua. Novos significados passam a fazer parte do dia-a-dia e começa-se a pensar diferente.

    Cedo ou tarde a primavera chega. Traz consigo o verde, as flores, os animais e o calor.

    Cedo ou tarde amadurece-se. De flor ao fruto. De fruto à carne. De carne à terra.

    Cedo ou tarde a terra cora. Nenhuma tristeza, nem frio, lagrimas ou chuva. Apenas mais um dia que se finda deixando a certeza de renascer... amanha cedo.

     

    - Texto-poesia by LuLu na Italia -



    Escrito por LuLu às 12:52
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Ontem...

    Solstício

    (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

     

    Ir para: navegação, pesquisa

    O solstício ocorre duas vezes por ano: na noite mais longa e no dia mais longo. Quando o solstício ocorre no inverno significa que esse dia é o menor do ano e a noite é a mais longa. Quando ocorre no verão significa que é o maior dia e a menor noite do ano.

    Em astronomia, solstício é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o seu maior afastamento em latitude, da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em 21 de dezembro e em 21 de junho.

    No hemisfério norte o solstício de verão ocorre no dia 21 de junho, e o solstício de inverno ocorre no dia 21 de dezembro. Estas datas marcam o início das respectivas estações do ano neste hemisfério.

    No hemisfério sul é o contrário. O solstício de verão ocorre no dia 21 de dezembro, e o solstício de inverno ocorre no dia 21 de junho. Estas datas marcam igualmente o início das respectivas estações do ano neste hemisfério.

    Devido à órbita elíptica da Terra, as datas nas quais ocorrem os solstícios não dividem o ano em um número igual de dias. Isto ocorre porque quando a Terra está mais próxima do Sol (periélio) viaja mais velozmente do que quanto está mais longe (afélio).

    Os trópicos de Câncer e Capricórnio são definidos em função dos solstícios. No solstício de verão no hemisfério sul, os raios solares incidem perpendicularmente à Terra na linha do Trópico de Capricórnio. No solstício de inverno, ocorre a mesma coisa no Trópico de Câncer.

     

    Uma homenagem à menor noite de 2008.

    Foto By LuLu na Italia .......................................................

    Ognina - Lungo Mare di Catania - Sicilia - Italia



    Escrito por LuLu às 02:14
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Frase da semana

     

    A felicidade sò é verdadeira quando compartilhada.

    Frase do filme : Into the Wild (no Brasil: Na Natureza Selvagem / em Portugal: O Lado Selvagem) longa-metragem estadunidense de 2007, dirigido por Sean Penn, baseado no livro homônimo, do jornalista Jon Krakauer, que conta a história verídica de Christopher McCandless, um jovem recém-formado que se aventura pelos Estados Unidos da América até chegar ao inóspito Alasca.



    Escrito por LuLu às 10:03
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    VIVA SANTO ANTONIO!!

    Santo Antônio de Pádua (13 de Junho)

    Santo Antônio nasceu em Lisboa, Portugal, com o nome de Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo em 15 de agosto de 1195. Era de família nobre e rica. O pai, senhor Martinho, ocupava o cargo de Prefeito de Lisboa. A mãe Dona Teresa, pertencia a alta nobreza. O menino cresceu cercado de todos os cuidados: boa instrução moral, científica, religiosa e muito conforto. Aos poucos percebeu que a vida de riqueza não lhe agradava e sentiu o chamado de Deus.

    Estudou na Catedral (onde seria também menino do coro), os rudimentos - trivium, cômputo, saltério e música. Reza a lenda que fez lá o seu primeiro milagre, insculpindo na parede uma cruz, afastando assim o demônio que tentava atormentá-lo.

    Aos quinze anos entrou, em S. Vicente de Fora, no Mosteiro de Cônegos Regrantes de Santo Agostinho, onde fez o noviciado, mudou o nome para Antônio e de onde transitou - apesar do voto de stabilitas loci- para Coimbra, aos vinte anos. Em Santa Cruz ultimou sua formação e foi ordenado, sendo-lhe destinado o cargo de Porteiro, pelo que tem a oportunidade de conhecer os recém-chegados Frades menores de S. Francisco que habitavam o eremitério de Santo Antão, nos Olivais.

    Foi nomeado então pregador na região da Romanha e encarregado por S. Francisco de ensinar teologia aos frades. Multidões queriam ouvir o santo falar. Sua fala simples comovia a todos. Já em Pádua, onde ensina Teologia, retoma o trabalho da escrita e reestrutura os seus Sermões material auxiliar a pregadores da Ordem. Ficaram célebres os sermões que proferiu em Forli, Provença, Languedoc e Paris.

    Antônio tinha hidropisia (Acúmulo patológico de líquido seroso no tecido celular ou em cavidades do corpo). Após as pregações da Quaresma de 1231 sentiu-se cansado e esgotado. Precisava de repouso. Os frades fizeram para ele um quarto em cima de uma árvore, mas mesmo assim o povo o procurava. Decidiram então leva-lo a Pádua. Agasalharam o frei e colocaram em uma carro puxado por bois. A viagem era longa. Antônio foi piorando. Pararam em um povoado que havia um convento franciscano. Antônio piorava, precisava ficar sentado pois sofria de falta de ar. Recebeu os sacramentos e se despediu de todos e ainda cantou o bendito: "Ó Virgem gloriosa que estais acima das estrelas..." Depois ergueu os olhos para o céu e disse. "Estou vendo o Senhor". Pouco depois morreu. Era dia 13 de junho de 1231. Frei Antônio tinha apenas 36 anos de idade.

    Após um brevíssimo processo de canonização-o mais rápido da história da Igreja-é elevado aos altares em 13 de maio de 1232 pelo papa Gregório IX. Em 1946 é oficialmente proclamado Doutor da Igreja pelo papa Pio XII, sendo-lhe atribuído o epíteto de Evangélico pelo vasto conhecimento das Sagradas Escrituras patente nos seus Sermões.

    Santo Antônio torna-se um dos santos de maior devoção de todos os povos e sem dúvida o primeiro português com projeção universal. De Lisboa ou de Pádua, é por excelência o Santo "milagreiro", "casamenteiro", do "responso" e do Menino Jesus. Padroeiro dos pobres é invocado também para o encontro de objetos perdidos. Sobre seu túmulo, em Pádua, foi construída a basílica a ele dedicada.



    Escrito por LuLu às 18:54
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Mais um ano se passou...

    2007...

    2008...

    Fotos By LuLu na Italia ....................................................................................

     



    Escrito por LuLu às 05:12
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    4 meses...



    Escrito por LuLu às 05:02
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]